Sita Valles – Revolucionária, Comunista até à Morte (1951-1977)

Em Portugal, ainda há quem se recorde de Sita Valles, a jovem fuzilada em 1977 em Angola. A sua aura continua viva entre as gerações de estudantes universitários, particularmente os associativos que a conheceram, no início dos anos 70, nas faculdades de Medicina de Lisboa e Luanda. Foi uma grande líder do movimento estudantil e um quadro estimado do Partido Comunista Português e da União dos Estudantes Comunistas (UEC).

Sita Valles teve uma vida muito breve (1951-1977). Mas intensa. Desde que tomou consciência das injustiças do mundo, não mais deixou de ser um turbilhão político. Muito activa, quer na clandestinidade  quer em democracia, ela acreditava lutar por uma sociedade melhor.

Sita Valles era uma «luso-angolana», nascida em Cabinda, quando ainda pertencia ao império colonial português. Após o regresso a Angola em 1975, optou pela nacionalidade angolana. Resistente anti-fascista, dirigente associativa de Medicina de Lisboa, encontrava-se em Moscovo no dia 25 de Abril de 1974, em representação do PCP. No Verão Quente regressou à que pensava ser a sua terra. Na República Popular de Angola, defendeu a ortodoxia soviética em nome do marxismo-leninismo. Ali, acabou por ser acusada, sem direito a defesa, de ser um dos cérebros do alegado golpe de 27 de Maio de 1977, o golpe Nito Alves. E lá foi presa, torturada e fuzilada em Agosto desse ano.

Três décadas depois da sua execução – juntamente com José Van-Dunem, Nito Alves  e um número desconhecido de vitímas que certamente ultrapassam as 20 mil, a jornalista Leonor Figueiredo, autora de Ficheiros Secretos da Descolonização de Angola (Alêtheia Editores, 2009), investigou, recolheu testemunhos, procurou memórias antigas de uma jovem mulher e da sua história brutal, que se tornou num mito de uma geração.

 
Lançamento da biografia de Sita Valles, a 23 de Agosto de 2010


Entrevista à TSF

Artigos da Imprensa

Revista Ler

Revista Atual

Ípsilon

JN

DN

Expresso

Público

Crítica ao livro por Fernando Pereira (Blog Recordações da Casa Amarela)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s